Joana Mota Capitão: uma joalharia de autor singular

A delicadeza de uma jóia define-se pelas suas linhas e percepção orgânica. Joana Mota Capitão Jewellery é uma marca que eleva a joalharia de autor a um nível mais elegante, mais fino, mais íntimo.

ALMANAQUE - Joana Mota Capitão Jewellery - Joalharia de autor

Quem conhece a Joana sabe que os sorrisos não terão fim e que a conversa fluirá de forma autêntica, sem que nos apercebamos de o tempo passar.

Percebemos rapidamente que as suas peças reflectem o que lhe vai na alma e a inspiração intangível de tudo o que a rodeia, mas também as referências da família, particularmente as avós, antiquárias e modelos de uma influência que viria a desenvolver-se mais tarde.

ALMANAQUE - Joana Mota Capitão Jewellery - Joalharia de autor

Antes de trabalhar em joalharia, Joana não sentia que era este o seu chamamento. Não que descartasse a ideia, mas não acreditava num tal dom da criação própria. Não tardaria muito até perceber que era exactamente isto que queria fazer – mesmo que não para o resto da vida, decerto nos anos seguintes.

Depois de uma licenciatura em Design e Produção de Ambientes no IADE, que lhe deu bases de conhecimento gráfico, Joana ingressou num curso de joalharia no Ar.Co, seguindo depois para as oficinas de Marc Monzó e de Estela Guitart, em Barcelona, como estagiária, e, depois disso, foi assistente de Valentim Quaresma, experiência que lhe trouxe, enfim, a motivação que faltava para lançar a sua marca própria de joalharia de autor.

Prestes a lançar a nova colecção, Joana Mota Capitão Jewellery assenta numa linguagem moderna, cuidada e de contornos que seguem um fio condutor muito específico: as colecções são distintas, mas permitem uma interpretação de minimalismo e, acima de tudo, de qualidade.

ALMANAQUE - Joana Mota Capitão Jewellery - Joalharia de autor

O fazer as coisas à mão tem muito que se lhe diga, exige dedicação, experiência, talvez resiliência para não se desistir ao primeiro obstáculo. No seu atelier – que qualquer pessoa pode visitar mediante marcação – são visíveis os vestígios de dias de trabalho, esboços, restos de peças que ficaram pelo caminho, sinais de imaginação, detalhes pessoais e de contemplação.

ALMANAQUE - Joana Mota Capitão Jewellery - Joalharia de autor

Para a colecção RV, Joana inspirou-se no pintor baiano Rubem Valentim, cujo resultado personifica uma influência tribal forte que contrabalança com as linhas finas e astutas das peças.

Geometria em feliz harmonia com detalhes orgânicos, tanto de prata 925 como prata 925 com plaque de ouro, fazem destas peças algo que vale a pena guardar por muitos e muitos anos num lugar especial, começando pelo coração.

Fotos (c) Soraia Martins

Comments

Leave a comment