Uma CABANA do que é bom e belo

Há quem diga que amor e uma cabana é o entressonho de duas pessoas que se gostam, e aqui não foi diferente; talvez com as nuances usuais de quem não quer propriamente fugir para uma praia deserta em busca deste cenário idílico.

Neste plano de peça, a CABANA é composta por Álvaro Ramos e Marta Braga, um casal tão sorridente quanto possam imaginar e com um espírito bonito e esteticamente irresistível.

ALMANAQUE - CABANA

ALMANAQUE - CABANA

Seguindo os gostos pessoais, que dizem ser diferentes «mas com muitos pontos em comum», Álvaro e Marta concretizaram um sonho antigo de criar algo que pudesse juntar tudo isto. «Ligamos muito ao lado estético das coisas e estávamos sempre a pensar em criar um negócio associado a este lado. Na verdade, queríamos ter uma loja física — e era esse o nosso derradeiro sonho, mas nunca seria uma loja física só por si, teria muitas outras coisas envolvidas».

ALMANAQUE - CABANA

Esta loja online acabou por ser o seguimento lógico e fruto da evolução necessária para Álvaro, gestor de produto e mente por detrás do blog de design e lifestyle O Editorial, e Marta, jornalista da LuxWOMAN e dona do blog Abram a Boca e Fechem os Olhos. A CABANA é, acima de tudo, uma ode a objectos bonitos, intemporais e que podem ser passados de geração em geração. Quantidade sobre qualidade, sublinhe-se, é o mote.

ALMANAQUE - CABANA

«Nunca pensámos na CABANA apenas como algo que os outros pudessem apreciar, mas antes como se fosse a nossa casa e aquilo de que nós os dois gostamos». A CABANA é nossa, é deles e é de todos, e dela fazem parte «cerca de 100 produtos até agora». São marcas portuguesas e internacionais que fazem da atenção ao detalhe o seu epicentro, como a pasta de dentes Couto — um clássico da cultura portuguesa — mas também os guias da Pato Lógico, os lenços da Lobo Marinho, as tábuas de Gonçalo Prudêncio, sem esquecer os produtos que são frutos de colaborações, como o saco Ideal & Co X CABANA em canvas e pele, a caixa de receitas da Grafolita X CABANA e os rolos da massa em mármore produzido no Alentejo, também numa parceria com a CABANA.

ALMANAQUE - CABANA

ALMANAQUE - CABANA

O intuito é — um dia, quem sabe — terem um espaço físico, algo que referem vezes sem conta, denotando um desejo persistente. Até lá, a CABANA tem-se pavoneado por Lisboa em formato pop up store, primeiro n’O Apartamento, onde decorreu a apresentação à imprensa e aos amigos, e depois no Porto, na Velo Culture, com quem O Editorial já traçou uma colaboração que podem ver aqui. A DOMO, loja de design e decoração lisboeta, também já foi palco de uma pop up store.

ALMANAQUE - CABANA

«Foi a concretização de um sonho, isto de ver os objectos todos juntos num espaço físico para venda. Quando tens uma loja online, sabes que os produtos estão lá, que tiveste imenso trabalho com as fotografias e muitas outras coisas, mas vê-los ali é como se fosse a materialização dessa montra online. A estrutura era mesmo uma cabana desenhada pelo Gonçalo Prudêncio, e acabou por ser mesmo aquilo que queríamos».

ALMANAQUE - CABANA

Com uma filha pequena e dois trabalhos ditos normais, o tempo esgota-se mais rapidamente do que seria de esperar e deixa de haver disponibilidade para se dedicarem, também, aos seus respectivos blogs como desejariam, deixando a CABANA como estrela central dos seus devaneios e rêveries. Aguardemos, então, os próximos passos deste projecto que celebra, acima de tudo, o amor pelo que é bom e belo.

Fotos (c) Soraia Martins

Comments

Leave a comment