Janeiro: ENTRESSONHO

Na génese de um novo ano, urge a vontade de fazer mais, melhor, com intrepidez e sem receios. É hora certeira para derrubar medos com intrepidez e desviar maleitas do coração. É quando a força mais profunda surge e se mantém infinita, enquanto construímos cá fora o que aqui dentro se edificou tempos antes. Neste #ENTRESSONHO de…

Latest articles

ALMANAQUE - Kruella d'Enfer

O futuro sem limites de Kruella d’Enfer

Com o ano a chegar perto do seu fim anunciado, sentámo-nos figuradamente com Kruella d’Enfer, vulgo Ângela Ferreira, uma das ilustradoras mais cobiçadas em Lisboa nos últimos tempos, deixando-a com uma colecção extensa e diversificada de trabalhos visuais. Com o #futuro sempre à porta, Kruella abre-nos a porta para caminhos nunca antes desvendados. «Foi um…

ALMANAQUE - A Bicicleta

Um passeio de BICICLETA

Um ambiente descontraído cheio de charme e de bom gosto para petiscar com os amigos usufruindo de todo o conforto e sofisticação que só um hotel ou um restaurante de cinco estrelas oferece pode parecer impossível de encontrar, mas não. É real e abriu portas em finais de Novembro – é A Bicicleta. Esta zona…

ALMANAQUE - Cabana & Friends

Cabana & Friends: a pop-up store que faltava

Mais do que uma montra de algumas das mais entusiasmantes marcas portuguesas, o pop-up Cabana & Friends é um encontro entre pessoas criativas que dão a sua versão de tudo por tudo para mostrarem o que sabem fazer. Tal como o próprio nome indica, Cabana & Friends é uma loja temporária que vai ocupar o…

ALMANAQUE - Kruella D'Enfer - Futuro

Dezembro: FUTURO

O tempo que há-de vir. Nada mais a acrescentar, dir-se-ia, mas aqui não achamos o mesmo. Queremos explorar os rumos que estão para vir e fazer o tão dignificado balanço que nos obriga a pensar no que passou e a projectar o que eventualmente virá. É aqui que entra o #FUTURO, um pensamento que nos…

ALMANAQUE - Muito BEY

A batalha: Muito BEY

Se entre poemas e versículos se enaltecem as virtudes do Líbano, essa terra mística e histórica onde crescem as florestas de cedros, a árvore da vida, agora é em Lisboa que as delícias deste país são cantadas e exaltadas – no Muito BEY, o restaurante de Ezzat Ellaz que fomos conhecer. A abrir o maravilhoso…

ALMANAQUE - 'O Fim da Noite' de Cobramor | Publicações NABO | DESISTO

‘O Fim da Noite’ de Cobramor – o poema que não o é

Chamam-lhe dois anos de escuridão, mas eu defino este período como quietude certeira. As Publicações NABO (Núcleo Apático das Brigadas do Ócio) retomam, então, a actividade com ‘O Fim da Noite’, uma edição que aglomera os pensamentos fluídos de Hugo de Oliveira, vulgo Cobramor, o «herdeiro do stream-of-conscience». Toda a gente mete sangue e suor – lágrimas…